Segurança

- Melhora o controle, a prevenção de acidentes e sinistros no âmbito da empresa, sendo o maior objetivo deste módulo;
- Abrange as atividades da CIPA, candidatura dos colaboradores e gestão dos eleitos (gerando a respectiva estabilidade no emprego) e ainda o controle de realização e frequência das reuniões;
- Monitora as brigadas de incêndio, as funções dos membros de cada grupo, os EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) por brigada e função, além das atas das reuniões;
- Gerencia a localização, manutenção e revisão dos equipamentos de segurança, inclusive extintores;
- Trata todos os tipos de EPIs, mapeamento dos equipamentos por área, cargo ou colaborador, medidas, modelos, vencimento, fornecedores e treinamentos relacionados ao uso correto dos EPIs;
  Contempla o PPRA (Programa de Prevenção de Riscos Ambientais), identificando as áreas e atividades de risco, agentes de risco, EPIs e exames relacionados ao agente, fontes geradoras, histórico dos laudos, possíveis danos e plano de prevenção;
- Registra e mantém os acidentes de trabalho e os respectivos CATs (Comunicação de Acidente de Trabalho), gerando estatísticas e gráficos sobre a natureza dos acidentes, frequência e meses de maior incidência, tempo no cargo e dias perdidos por acidente de trabalho;
- Gera e mantém o PPP (Perfil Profissiográfico Previdenciário) atualizado a partir do PPRA, histórico de exames médicos, transferências de local e cargo e CATs;
- Mantém os trabalhos do SESMT (Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho), inclusive planos de ação decorrentes de atividades da CIPA, bombeiros, serviços de segurança, acidente de trabalho, sugestões, PPRA e outros;
- Equivalência de EPI;
- Relatório que auxilia a montagem do mapa de riscos;
- PSS (Prevenção, Segurança e Saúde).
- Gerencia as ocorrências de Segurança, classificando em acidentes, quando o fato ocorreu e gerou ônus para a empresa, seja esta pessoal ou material e como incidentes, quando trata-se do acidente em potencial, ou seja, o fato ocorrido que quase resultou em um acidente. Para as ocorrências podem ser registradas as testemunhas, os custos gerados para a empresa, planos de ação, causas, agentes causadores e imagens. Em caso de acidentes, pode-se informar mais de uma vítima para a mesma ocorrência, permitindo a emissão de CAT.
- Registra a análise de investigação da ocorrência de segurança por meio do método de Árvore de Causas (ADC). Relaciona as testemunhas que podem contribuir no levantamento das informações, os membros componentes da comissão de investigação e permite elaborar a árvore de causas do acidente ou incidente, no qual é possível detalhar os eventos que provocaram a ocorrência.